eu, Lekan

sobre a vida e sobre amar

Guttho Lekan
twenty somethin' | SP
pisciano que vive no mundo da lua. gosta de ler uns livros e escrever umas coisas. ūüĆŅ

a volta das borboletas

 Por muito tempo me senti vazio, completamente sem amor. Eu n√£o sabia mais como era estar apaixonado, como era sentir o cora√ß√£o pulsar mais forte por algu√©m. A sensa√ß√£o das borboletas no est√īmago passou a ser uma lenda. Pensei estar imune √† paix√£o e todos os seus sintomas. Nunca mais eu passaria uma noite em claro pensando em algu√©m.

At√© voc√™ aparecer. E ent√£o eu percebi que estava errado todo esse tempo. N√£o havia imunidade. Voc√™ fez tudo acontecer novamente. As borboletas voltaram e elas n√£o est√£o s√≥ no est√īmago, eu posso senti-las em todo o meu corpo e √© como se elas sempre estivessem aqui. Foi r√°pido demais. T√£o r√°pido que ainda n√£o entendo.

O primeiro encontro, o primeiro olhar, o primeiro abraço, o primeiro beijo, tudo foi como a primeira vez. Na primeira despedida você levou meu coração embora e eu voltei a ser um adolescente apaixonado. Vou abraçar essa paixão e deixar acontecer. Vamos viver um dia de cada vez e deixar que o destino nos diga o que fazer.

Eu vou aceitar a volta das borboletas e vou deixar que elas me fa√ßam voar sem tirar os p√©s do ch√£o, porque eu e voc√™, juntos, devemos viver como se fossemos livres. E quem sabe um dia isso se torne realidade. 


Coment√°rios

Formul√°rio de contato